6º Dia: O que é Meditar na Palavra

22 ago

“Em verdade, em verdade vos digo: Quem crê, tem a vida eterna. Eu sou o pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto, e morreram. Este é o pão que desce do Céu, para que todo o que dele comer não pereça. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém dele comer, viverá eternamente; e o pão que Eu darei pela vida do mundo, é a minha carne.” João 6:47-51

Na jornada de hoje, vamos aprender o que é meditação e como meditar na Palavra de Deus. A meditação é uma das importantes ferramentas para se conhecer a Deus e deve estar aliada a outros métodos facilitadores do crescimento espiritual do crente na Bíblia, como: Ouvir, ler, estudar, memorizar, escrever, cantar e falar da Palavra de Deus.

Passemos agora a um estudo em profundidade do que é meditar na palavra de Deus. Quando meditamos, recebemos a Verdade no íntimo. Assim, meditar é:

1. Esconder a Palavra de Deus no íntimo: “Do mandamento de Seus lábios nunca me apartei, escondi no meu íntimo as palavras da Sua boca.” Jó 23:12

2. Pensar nas palavras do texto bíblico com o coração totalmente aberto a direção do Espírito Santo, para que Ele o guie a toda a verdade que a sua alma necessita naquele momento.

3. Permitir que o Espírito Santo confronte o crente que sou com o crente que Deus deseja que eu seja à luz da Palavra.

4. Colocar-se no lugar do personagem bíblico e dizer: “Deus, opera em mim como operaste nele.” É colocar-se numa posição em que Ele possa usá-lo e modificar a sua vida.

5. Assimilar o pão vivo que está sendo servido, para ter uma nova vida durante o dia.

Vamos Praticar a Meditação

“Achadas as Tuas palavras, logo as comi; as Tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois pelo Teu nome sou chamado, ó Senhor, Deus dos Exércitos.” Jer. 15:16.

Podemos meditar no verso acima, nesses termos:

1. Achadas as Tuas palavras… – Achar pressupõe o que?

Procurar – qual deve ser a natureza dessa busca? Jer. 29:13. “Buscar-Me-eis e Me achareis quendo Me buscardes de todo o vosso coração.”

O Salmo 42:1 diz que a minha alma necessita de Deus para viver, e o salmista fala dessa busca assim: “Como suspira a corsa pelas correntes das águas, assim, por ti ó Deus, suspira a minha alma.” Sal. 42:1.

Quando você se levanta pela manhã, qual é o maior desejo da sua alma? Você desperta respirando o poder de Deus e a Sua Palavra?

2. Logo as comi… - Comer aqui, poderíamos pensar em termos de degustar, mastigar bem o alimento até que os nutrientes entrem na corrente sanguínea da alma e por ele você viva durante aquele dia. Devo ficar na presença de Deus até que sinta que estou nutrido espiritualmente. Não posso ir à presença do Pai somente para fazer uma “merenda” ou “lanche” espiritual.

3. As Tuas Plavras me foram gozo e alegria para o coração… - Assim se sentirá uma pessoa que prioriza Deus no começo de cada dia. Osresultados deste relacionamento de vida são poder e felicidade. Está vendo como é possível tornar o texto mais vivo e atraente? Continue a meditar e novas verdades serão reveladas.

O processo de meditar na Palavra é semelhante ao de comer ou alimentar-se. Assim como necessito introduzir o alimento em meu corpo para que receba os nutrientes, da mesma forma preciso receber em meu íntimo a Palavra viva de Deus. Sem o alimento que vem da comunhão diária nas primeiras horas de cada dia, você se sentirá fraco e vazio, assim como o corpo físico, sem alimento, fica sem força e disposição.

Medite neste momento nas palavras do profeta Ezequiel: “Tu, ó filho do homem, ouve o que Eu te digo, não te isurjas como a casa rebelde; abre a boca, e come o quue Eu te dou…Eu o comi, e na boca me era doce como o mel.” Ezeq. 2:8; 3:3.

Mais vida

Em João 6:63, Jesus faz a seguinte afirmação: “O Espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que Eu vos tenho dito, são espírito e são vida.”

Quanto mais entro em contato com a Palavra, mais vida recebo. As letras da Bíblia são símbolos das palavras vivas proferidas por Ele. Quanto mais bebo desta fonte, mais aumenta minha capacidade de receber mais. As Palavras dEle são vivas, são “Espírito e Vida”. Quando Jesus foi tentado no deserto, o diabo lhe disse: “Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães.” O Senhor repreendeu-o citando um texto do Velho Testamento. Disse Ele: “Está escrito: Não só de Pão viverá o homem, mas de toda a palavra que procede da boca de Deus.” Mat. 4:3 e 4.

As palavras de Deus contém vida. Sem esse alimento diário, não consigo ter forças para viver, pois através dele me torno participante da vida e das promessas de Cristo. Assim o entendemos pela mensagem de Pedro: “Pelas quais nos têm sido doadas as Suas preciosas e mui grandes promessas para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina. Livrando-nos da corrupção das paixões que há no mundo.” II Ped. 1:4.

Mais Entendimento

A verdade não contém em si somente vida, mas também entendimento e esclarescimento. O salmista diz: “A revelação das Tuas Palavras esclaresce, e dá entendimento aos simples.” Sal. 119:130.

E quanto mais nos alimentarmos da Palavra e mais verdades recebermos, mais esclarescimentos também obteremos. Jesus disse: “Vós sois a luz do mundo.” Mat 5:14. E quanto mais permitirmos que a Palavra de Deus entre em nosso coração, mais brilho irradiaremos.

Submissão Total à Direção do Espírito Santo

A verdadeira meditação envolve uma total submissão da mente ao domínio do Espírito Santo. Por meio dela, recebemos a própria vida de Cristo por intermédio da Palavra. A verdade espiritual que recebemos por meio da pregação ou seminário não toca nossa vida de forma profunda.

Para que possamos experimentar a transformação desejada, é necessário que a verdade seja recebida no íntimo da alma. Somente o Espírito Santo é capaz de operar essa obra, dando-nos assim a revelação plena de toda a Verdade. Devemos ir à presença de Deus, convictos de que dependemos inteiramente dEle para receber o alimento espiritual de Deus para aquele dia.

Paulo deixa isso bem claro em 1 Coríntios 2:9-12 “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que O amam. Mas Deus no-lo rebelou pelo Espírito; porque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o seu próprio espírito que nele está? Assim também as coisas de Deus ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus. Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, e, sim, o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente.”

Por meio do Espírito Santo, recebemos a benção de conhecer a Deus. Jamais devemos confiar em nosso próprio entendimento, nem em nossa capacidade intelectual para entender as coisas espirituais.

O Exemplo de Salomão

A atitude de Salomão, no começo de seu reinado, é um exemplo da postura que devemos ter na presença de Deus. Pouco depois que ele assumiu o trono de Israel, Deus lhe apareceu em sonhos, e lhe disse: “Pede-me o que queres que Eu te dê.” E a resposta dele a esse maravilhoso oferecimento divino foi: “Agora, pois, ó Senhor meu Deus, Tu fizeste reinar a teu servo em lugar de Davi, meu pai; não passo de criança, não sei como me conduzir. Dá-me, pois, ao Teu servo coração compreensivo para julgar o Teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; pois, quem poderá julgar a este grande povo?” I Reis 3:7-9.

A reação natural de Salomão foi obedecer à revelação de Deus. Diz o versículo 3: “Salomão amava ao Senhor, andando nos preceitos de Davi, seu pai.” A mesma condição nos é exigida hoje para que possamos receber diariamente as revelações divinas com a programação diária de Deus para nossa vida.

Além de obediente, Salomão possuía outras qualidades que merecem ser destacadas:

1. Era como uma criança - Dependia totalmente do Pai Celestial. “Não passo de uma criança”, ele disse a Deus. Deus abençoa e Se revela aos humildes de espírito. É por isso que precisamos ter a humildade e a dependência da criança. No caso de Salomão, seu sentimento de dependência, sua confiança e sinceridade faziam com que Deus fosse a figura mais importante da sua vida.

Certa ocasião, Jesus chamou uma criança e a colocou no meio dos discípulos, e em seguida lhes disse: “Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos Céus. Portanto, aquele que se humilhar como esta criança, esse é o maior no reino dos Céus.” Mat. 18:3 e 4.

O sentimento de humildade leva a pessoa a reconhecer que necessita do Espírito Santo para compreender as revelações de Deus.

2. Era rei - Tinha uma responsabilidade. Apesar de se sentir como criança, Salomão reconhecia a posição em que Deus o colocara. “Fizeste reinar o Teu servo.” O mesmo deve se dar conosco. Quando nos aproximamos de Deus para que Ele nos revele a Si mesmo e as Suas verdades, temos de reconhecer que, em Sua graça, Ele faz de nós filhos do Deus vivo, co-herdeiros com Cristo, filhos de um rei. Passamos a ter relacionamento com Ele, a gozar de Sua comunhão, e Ele tem prazer em falar conosco, em instruir-nos, confortar-nos, exortar-nos, edificar-nos, pois agora nos achamos indissoluvelmente ligados a Ele. Ele tem prazer em manifestar-Se àqueles que Lhe obedecem.

Jesus afirmou: “Aquele que tem os Meus mandamentos e os guarda, esse é o que Me ama; e aquele que Me ama, será amado por Meu Pai, e Eu também o amarei e Me manifestarei a ele.” João 14:21.

Conclusão:

Meditar é a faculdade de pensar, refletir, de analisar versículos das Escrituras e do Espírito de Profecia numa atitude de dependência total do Espírito Santo, para que Ele revele as verdades nelas contidas, e seu significado, e, pela recepção e obediência a essas mensagens, assimilá-las em nosso interior.

A assimilação dessas verdades comunica vida e esclarescimento a quem medita, se ele tiver uma atitude de humildade, confiança e obediência.

Meditar é receber a verdade no íntimo; é nutrir-se de Cristo, o Pão vivo, a Palavra viva. O vocábulo meditar vem de um termo latino, do qual procede também a palavra medicalus, que significa “remédio”. E, como sabemos, um remédio só nos fará algum bem se o ingerirmos, quantas vezes ao dia for prescrito.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: